Home / Pricípios ativos / Tacrolimo Monohidratado

Tacrolimo Monohidratado

( Antialérgico , Anti-inflamatório , Cicatrizante para a pele e Pele )

Cotar Agora

Formas de Administração

Uso Tópico

Controlado

Não

Tipo de Receita

Receita Simples (branca, 1 via)

Manipulado

Pomada; cremes; géis

Indicação


Na dermatite atópica, uma reação anormal do sistema imune da pele causa inflamação caracterizada por coceira, vermelhidão e ressecamento. Tacrolimo altera a resposta imune anormal e alivia as inflamações na pele e a coceira. A melhora é geralmente verificada dentro de uma semana. Tacrolimo possui efeito nas células do sistema imune e está indicado para: tratamento de dermatite atópica (também chamada de eczema) em pacientes que não apresentam boa resposta ou são intolerantes aos tratamentos convencionais; promover alívio dos sintomas e controlar os surtos; manutenção do tratamento de dermatite atópica para prevenção de surtos dos sintomas e para prolongar os intervalos livres de surtos em pacientes que possuem alta frequência de piora da doença (isto é, que ocorra 4 ou mais vezes por ano) e que tiveram uma resposta inicial a um tratamento máximo de 6 semanas, 2 vezes ao dia, com tacrolimo pomada (lesões que desapareceram, lesões que quase desapareceram ou áreas levemente afetadas); Tacrolimo na concentração de 0,03% está indicado para uso em crianças de 2 a 15 anos e adultos. Tacrolimo na concentração de 0,1% está indicado para uso em indivíduos acima de 16 anos.

Posologia


Sempre utilize tacrolimo exatamente como seu médico prescreveu. Em caso de qualquer dúvida, verifique com seu médico ou farmacêutico. Aplique uma fina camada de tacrolimo nas áreas afetadas de sua pele. Pode ser utilizado na maioria das partes do corpo, incluindo a face, pescoço, nas dobras do cotovelo e joelhos. Evite utilizar a pomada dentro de seu nariz ou boca ou dentro dos olhos. Se a pomada atingir qualquer uma dessas áreas, ela deve ser retirada imediatamente e/ou enxaguada com água. Não cubra a pele que está sendo tratada com bandagens ou qualquer tipo de envoltório. Lave suas mãos após aplicar tacrolimo, a menos que suas mãos também estejam em tratamento. Antes de aplicar tacrolimo após o banho, certifique-se que sua pele está completamente seca. Tratamento inicial Crianças de 2 anos a 15 anos: Aplique tacrolimo 0,03% duas vezes ao dia durante 3 semanas, uma vez pela manhã e uma vez à noite. Após este período, a pomada deve ser utilizada uma vez ao dia em cada região afetada da pele até que o eczema tenha desaparecido. Adultos (16 anos de idade ou mais): Seu médico irá decidir qual a melhor concentração para você. Geralmente, o tratamento é iniciado com tacrolimo 0,1% pomada duas vezes ao dia, uma vez pela manhã e uma vez à noite, até que o eczema desapareça. Se os sintomas reaparecerem, o tratamento com tacrolimo 0,1% deve ser reiniciado. Dependendo da resposta de seu eczema, seu médico irá decidir pela redução da frequência das aplicações ou pela utilização da menor concentração, tacrolimo 0,03%, pode ser utilizado. Trate cada região afetada de sua pele até que o eczema tenha desaparecido. A melhora é geralmente verificada dentro de uma semana. Se você não notar nenhuma melhora após 2 semanas, verifique com seu médico sobre outras possibilidades de tratamento. O tratamento com tacrolimo pode ser repetido se os sintomas reaparecerem. Indicação de manutenção: Você pode ser orientado pelo seu médico a utilizar tacrolimo pomada 2 vezes por semana, desde que o surto de sua dermatite atópica tenha desaparecido ou quase desaparecido (tacrolimo 0,03% para adultos e crianças e 0,1% para adultos). Tacrolimo pomada deve ser aplicado uma vez ao dia duas vezes por semana (por exemplo, segunda e quinta-feira) nas áreas de seu corpo comumente afetadas pela dermatite atópica. Entre as aplicações deve haver 2 a 3 dias sem o tratamento com tacrolimo. Se os sintomas reaparecerem, você deve voltar a utilizar tacrolimo duas vezes ao dia, conforme indicado acima, e consultar seu médico para revisar seu tratamento.

Restrições de uso


Uso adulto acima ade 16 anos

Interação Medicamentosa


Antes de tomar uma vacina, informe seu médico que você está fazendo uso de tacrolimo. Vacinas não devem ser aplicadas durante o tratamento e por um certo período após o tratamento com tacrolimo. Para vacinas atenuadas (tais como, sarampo, caxumba, rubéola ou poliomielite oral) o período de espera deve ser de 28 dias após a vacinação; para vacinas inativadas (tais como tétano, difteria, coqueluche ou gripe) é de 14 dias após a vacinação. Evite exposição da pele por longos períodos ao sol ou luz artificial, tal como, câmara de bronzeamento. Se você ficar muito tempo exposto em lugares abertos após aplicar tacrolimo, use protetor solar e roupas soltas que protejam a pele do sol. Além disso, peça conselhos ao seu médico sobre outros métodos de proteção solar apropriados. Se for prescrita a você terapia de luz, informe seu médico que você está fazendo uso de tacrolimo, já que não é recomendada esta terapia e o uso do medicamento ao mesmo tempo. Durante o uso de tacrolimo, a ingestão de bebidas alcoólicas pode causar rubor, vermelhidão ou calor na pele ou face. Você deve utilizar cremes e loções hidratantes durante o tratamento com tacrolimo, mas estes produtos não devem ser utilizados dentro de duas horas após a aplicação de tacrolimo.O uso de tacrolimo concomitantemente a outras preparações para serem utilizadas na pele ou durante o uso de corticosteroides via oral (como cortisona) ou medicamentos que afetem o sistema imune, não foi estudado. Evite o contato com olhos e mucosas (dentro do nariz ou boca).

Contraindicação


Não use este medicamento se você for alérgico (hipersensível) ao tacrolimo ou qualquer um dos componentes da fórmula ou à antibióticos macrolídeos (tais como, azitromicina, claritromicina, eritromicina). Este medicamento é contraindicado para menores de 2 anos. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou que estejam amamentando sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Observações


""Este medicamento só deve ser prescrito por um médico com experiência no tratamento de pacientes transplantados. iga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento de seu médico. “TACROLIMOÉ UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA” “ TACROLIMO É UM MEDICAMENTO. DURANTE SEU USO, NÃO DIRIJA VEÍCULOS OU OPERE MÁQUINAS, POIS SUA AGILIDADE E ATENÇÃO PODEM ESTAR PREJUDICADAS” “SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO”.

Reações Adversas


Reações muito comuns: sensação de queimação e coceira no local da aplicação. Estes sintomas são comumente leves a moderados e geralmente desaparecem após uma semana de uso de tacrolimo. Reações comuns: As seguintes reações ocorreram no local de aplicação: aquecimento, vermelhidão, dor, irritação, parestesia (aumento da sensibilidade da pele ao frio, calor, sensação de formigamento e/ou pressão), dermatite (inflamação da pele), infecção incluindo, mas não limitado a, eczema herpético (lesão de pele causada por herpes), foliculite, herpes simples, lesão similar à varicela, impetigo (infecção superficial de pele). Prurido (coceira), hiperestesia e disestesia (distúrbios neurológicos caracterizados pela alteração na sensibilidade de um sentido ou órgão a estímulos), sensação de queimação, intolerância ao álcool (rubor facial ou irritação na pele após o consumo de bebida alcoólica). Reações incomuns: acne. Reação com incidência desconhecida: rosácea (doença de pele localizada na face e que se caracteriza por manchas avermelhadas e inflamações do tecido vascular do rosto). Para pacientes que fazem uso sistêmico de tacrolimo e possuem algum defeito na barreira da pele, foi observado aumento dos níveis de tacrolimo no sangue.

Bibliografia


PROTOPIC. Laboratório Astellas. Bula do medicamento. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/index.asp. Acesso em junho de 2017.