Cotar Agora
Home / Pricípios ativos / Secnidazol

Secnidazol

( Antiparasitário )

Formas de Administração

Uso Oral

Controlado?

Não

Tipo de Receita

Receita Simples (branca, 1 via)

Manipulado

cápsulas

Secnidazol é indicado para o tratamento de amebíase intestinal sob todas as formas: amebíase hepática, giardíase, tricomoníase. É também indicado como alternativa terapêutica para as vaginoses bacterianas (geralmente provocadas por Gardenerella vaginalis).

Como usar?

Tricomoníase: Dose única de 2000 mg; a mesma dose é recomendada para o cônjuge. Amebíase intestinal e giardíase: Dose única de 2000 mg. Amebíase hepática: 500 mg, 3 vezes ao dia, durante 5 a 7 dias. O medicamento deve ser administrado em uma das refeições, preferencialmente à noite. Os comprimidos revestidos de 1000 mg devem ser tomados em dose única, conforme prescrição médica. Na impossibilidade da ingestão em dose única, ingerir os comprimidos revestidos em intervalo de alguns minutos, mas nunca em intervalo maior que 30 minutos, a fim de não comprometer a eficácia do tratamento.

Restrições de uso

Uso adulto

-

Contraindicação

Secnidazol está contra-indicado em casos de hipersensibilidade aos derivados imidazólicos, em casos de suspeita de gravidez (nos três primeiros meses desta) e aleitamento.

Observações

Como acontece com outros imidazólicos, deve-se evitar a ingestão de bebidas alcóolicas durante o tratamento com Secnidazol.

Efeitos Colaterais

Podem ocorrer reações adversas, tais como: distúrbios digestivos, náuseas, gastralgia, alteração do paladar (gosto metálico), glossites, estomatites, erupções urticariformes e leucopenia moderada, mas reversíveis com a suspensão do tratamento. Mais raramente, podem ocorrer: vertigens, fenômenos de incoordenação e ataxia, parestesias e polineurites sensitivo motoras.

Bibliografia

1. https://infinitypharma.com.br/uploads/insumos/pdf/s/secnidazol.pdf