Home / Pricípios ativos / Sabina

Sabina

( Homeopatia )

Cotar Agora

Formas de Administração

Uso Oral

Controlado

Não

Tipo de Receita

Receita Simples (branca, 1 via)

Manipulado

Glóbulos, solução

Indicação


Agravação – ar quente, calor e estando em um quarto quente; pelo menor movimento. exaltação do apetite sexual (nos dois sexos). Intolerância à música, provoca nervosismo, que atravessa os ossos e a medula. melhoria – pelo frio, ar fresco e ar livre. música lhe é insuportável e causa agitação nervosa, desmaios nervosos, sensação estranha de vibração ao longo da medula dos ossos; a música lhe dá desejo de chorar. Transtornos crônicos em mulheres. Transtornos depois de aborto ou parto prematuro. Aborto, especialmente no 3º mês; ameaça de aborto, com dores lombares que irradiam para as coxas; dor e sensação de quebradura ao longo da face anterior das coxas. afluxo de sangue à cabeça. artrite com inchaço das articulações dos punhos e dos dedos. catarro vaginal crônico com granulações. Condilomas com prurido e ardência intoleráveis, granulações exuberantes. constipação com hemorróidas que sangram copiosamente,com sensação de pletora no ânus. Dores ardentes. Descarga de sangue entre os períodos, com excitação sexual. Dores artríticas. dores gotosas nas articulações, elas ardem e estão tão quentes que o doente é obrigado a descobrir as mãos e os pés à noite quando as articulações estiverem afetadas. Dores no sacro, que irradiam até o púbis, de um osso a outro. Dores repuxantes na região lombar, do sacro ao púbis, em quase todas as doenças (das costas, rodeando o corpo, até o púbis); dores constritivas semelhantes às do parto que vão das costas para o púbis com intenso desejo de urinar. endurecimento da parte inferior do pênis. eliminação de grandes coágulos e em seguida de sangue vermelho vivo, em jatos, com dor. gota com dores artríticas; encontramos este quadro de artrite, que alterna com hemorragias. Hemorragia do útero, fluxo parcialmente vermelho pálido, parcialmente coagulado, pioram pelo menor movimento, muitas vezes são aliviadas por caminhar. Inflamação de ovários e útero, depois de aborto ou de parto prematuro; promove a expulsão de molas ou de corpos estranhos do útero. inflamação gonorréica da uretra e secreção purulenta; dores ardentes na glande, que está vermelho escura, o prepúcio se retrai com dificuldade. leucorréia abundante, sanguinolenta. Menorragia durante o climatério, em mulheres que anteriormente abortaram, com primeiras regras precoces. Menstruações muito adiantadas, profusas, prolongadas, parcialmente líquidas, parcialmente em coágulos; em mulheres que come;aram a menstruar muito cedo; fluxo em paroxismos, com cólicas e dores semelhantes ao trabalho de parto, dores do sacro até o púbis. Metrorragia com fluxo paroxístico de sangue claro, límpido, com dores nas articulações. Metrorragia com as seguintes características: hemorragia paroxística, agrava pelo menor movimento; o sangue é fluído e coagula em seguida; pode ser escuro, em coágulos e ainda em parte líquido e a outra coagulada, tendo estes muito escuros. Esta hemorragia parece ser conseqüência da perda da tonicidade uterina após parto ou aborto, com dores que vão das costas para o púbis; esta dor é característica e pode ser encontrada não somente nas hemorragias como também nas ameaças de aborto e alterações menstruais. perda sanguínea entre os períodos menstruais com excitação sexual importante. Placenta retida por atonia do útero, dores pós-parto intensas. prurido intolerável e sensação de queimação, escoriantes. retenção placentária com atonia uterina. retenção urinária com urina ardente, que é eliminada gota a gota, ou a emissão é abundante. Sensação de plenitude no ânus com hemorróidas e perdas abundantes de sangue brilhante. sensação de pulsação em todo o corpo. sensação de queimação e pulsação na região renal; intensos incômodos no aparelho urinário acompanhados de sintomas inflamatórios. urina sanguinolenta, desejo contínuo de urinar. Vertigem que acompanha a supressão da menstruação. verrugas como uma couve flor nos lábios e no ânus.

Posologia


-

Restrições de uso


Uso Adulto e Pediátrico

Interação Medicamentosa


-

Contraindicação


-

Observações


-

Reações Adversas


-

Bibliografia


1. https://www.abrahcon.com/materia-medica/pt/sabina-109