Cotar Agora
Home / Pricípios ativos / Procaína

Procaína

( Anestésico )

Formas de Administração

Uso Tópico

Controlado?

Não

Tipo de Receita

Receita Simples (branca, 1 via)

Manipulado

Pomada, creme

Procaína é um medicamento da classe dos anestésicos utilizado para diversas finalidades. As principais indicações para a procaína são: Neuropatias diabéticas, Lombalgias, Hérnia de Disco, Nevralgias de nervos periféricos, Crises Reumáticas Agudas, Tendinites, Espondinites, Reumatismo Poliarticular, Síndrome Escápulo – Umeral, Capsulite, Espasmos Musculares Agudos, Dores dentárias pós cirúrgicos, dores de queimaduras.

Como usar?

-

Restrições de uso

Uso Adulto e Pediátrico

nterações com alguns medicamentos podem potencializar a ocorrência e intensidade de efeitos colaterais, como anestésicos, antidepressivos tricíclicos, IMAOs, betabloqueadores, antibióticos e medicamentos depressores do sistema nervoso central.

Contraindicação

Esse medicamento é contraindicado em casos de hipersensibilidade ou reações alérgicas a qualquer um dos componentes da fórmula. Procaína apresenta risco C para gestantes e lactantes. Nãos e sabe se pode provocar riscos à saúde do feto ou bebê, por isso, seu uso deve ser restrito, somente com conhecimento e acompanhamento médicos.

Observações

-

Efeitos Colaterais

Os possíveis efeitos colaterais associados a esse medicamento são: alterações dos batimentos cardíacos – podendo levar a uma parada, alterações da pressão arterial, irritação na pele, coceira, lesões cutâneas, inchaços, sonolência, tremores, tontura, nervosismo, convulsões, reações alérgicas.

Bibliografia

1. https://guiamedicobrasileiro.com.br/procaina/