Home / Pricípios ativos / Pantoprazol

Pantoprazol

( Gastrite e Refluxo )

Cotar Agora

Formas de Administração

Uso Oral

Controlado

Não

Tipo de Receita

Receita Simples (branca, 1 via)

Manipulado

Cápsulas

Indicação


Pantopaz (pantoprazol) 20 mg é indicado para: • Tratamento das lesões gastrintestinais leves. • Alívio dos sintomas gastrintestinais decorrentes da secreção ácida gástrica. • Gastrites ou gastroduodenites agudas ou crônicas e dispepsias não-ulcerosas. • Tratamento da doença por refluxo gastroesofágico sem esofagite, das esofagites leves e de manutenção de pacientes com esofagite de refluxo cicatrizada para prevenção de recidivas em adultos e pacientes pediátricos acima de 5 anos. • Profilaxia das lesões agudas da mucosa gastroduodenal induzidas por medicamentos como os antiinflamatórios não- hormonais. Pantopaz (pantoprazol) 40 mg é indicado para: • Tratamento de úlcera péptica duodenal e úlcera péptica gástrica. • Tratamento de esofagite de refluxo moderada ou grave em adultos e pacientes pediátricos acima de 5 anos. Para as esofagites leves, recomenda-se Pantopaz (pantoprazol) 20 mg comprimidos revestidos. • Erradicação do Helicobacter pylori com a finalidade de evitar a recorrência de úlcera gástrica ou duodenal causada por este microorganismo. Neste caso, deve ser associado a dois antibióticos adequados. • Tratamento da síndrome de Zollinger-Ellison e de outras doenças que produzem ácido em excesso no estômago.

Posologia


20 e 40 mg

Restrições de uso


Uso Adulto

Interação Medicamentosa


O Pantoprazol sódico sesqui-hidratado pode reduzir a absorção de medicamentos cuja biodisponibilidade seja dependente do pH do suco gástrico, como por exemplo o cetoconazol. Isso se aplica, também, aos medicamentos ingeridos pouco tempo antes de Pantoprazol sódico sesqui-hidratado. O Pantoprazol sódico sesqui-hidratado é metabolizado no fígado pelo sistema enzimático P450. Portanto, a interação entre Pantoprazol sódico sesquihidratado e outras substâncias metabolizadas pelo mesmo sistema enzimático não pode, em princípio, ser excluída. Nos estudos sobre interações medicamentosos conduzidos até o momento, onde foram analisados os substratos de todas as famílias do citocromo P450 envolvidas no metabolismo de drogas no homem, verificou-se que Pantoprazol sódico sesqui-hidratado não afeta a farmacocinética ou a farmacodinâmica da antipirina, carbamazepina, cafeína, diazepam, diclofenaco, digoxina, etanol, glibenclamida, metoprolol, nifedipina, femprocumona, fenitoína, teofilina, varfarina e contraceptivos orais. A ingestão de antiácidos não interfere na absorção do Pantoprazol sódico sesqui-hidratado. O Pantoprazol sódico sesquihidratado não aumenta a excreção urinária dos marcadores de indução, ácido D-glucarídico e 6 ß-hidroxicortisol. Da mesma forma, as drogas investigadas não influenciaram a farmacocinética do Pantoprazol sódico sesqui-hidratado.

Contraindicação


Pantopaz (pantoprazol) não deve ser usado em casos de hipersensibilidade conhecida aos componentes da fórmula, ou a benzimidazóis substituídos. Gravidas e lactantes

Observações


-

Reações Adversas


O tratamento com Pantoprazol sódico sesqui-hidratado pode, ocasionalmente, levar ao aparecimento de cefaleia ou diarreia. Náuseas, queixas abdominais, flatulência, erupções cutâneas, prurido e vertigem foram, raramente, observadas. Em casos isolados, houve relato de formação de edema, febre, início de depressão ou distúrbios visuais (turvação visual). Também foi relatado exantema e leve aumento dos níveis de gastrina sérica.

Bibliografia


1. http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp?pNuTransacao=9051672015&pIdAnexo=2893049