Cotar Agora
Home / Pricípios ativos / Mulungu Extrato Seco

Mulungu Extrato Seco

( Ansiolíticos , Antidepressivos e Fitoterápico )

Formas de Administração

Uso Oral

Controlado?

Não

Tipo de Receita

Receita Simples (branca, 1 via)

Manipulado

cápsulas, tintura

Mulungu é popularmente usada no Brasil como agente tranquilizante, foi estudada em ratos em um modelo laboratorial de indução de ansiedade. Os resultados sugerem que Erythrina vellutina exerce efeito ansiolítico especialmente em comportamentos defensivos associados a distúrbios de ansiedade generalizados. Em estudo preliminar com extratos de Mulungu demonstrou que ocorreu atividade antibacteriana do extrato vegetal sobre Streptococcus pyogenes e Staphylococcus aureus. Foi registrada atividade moderada contra todos os microrganismos no teste de concentração inibitória mínima – CIM para o extrato bruto e fração hexano das cascas de E. velutina. Estudos farmacológicos em animais de laboratório constataram uma significativa atividade espasmolítica de seu extrato e atividades curarizante. São atribuídas as preparações de sua casca propriedades sudorífica, calmante, emoliente e peitoral. O infuso da casca é empregado como sedativo e calmante de tosse e bronquites, bem como para o tratamento de verminoses e hemorróidas e, o seu cozimento (decocto) para acelerar a maturação de abscessos nas gengivas.

Como usar?

- Rasura (Infuso ou decocto): 2 g, de 1 a 2 xícaras ao dia; - Extrato Seco Parcialmente Solúvel (P.S.): 50 a 200 mg ao dia; - Pó: até 12 g ao dia; - Extrato Fluido: 1 a 4 mL ao dia; - Tintura: de 10 a 20 mL ao dia, dividida em duas ou três doses diárias, diluído em água. - Tintura Mãe. 20 a 40 mL ao dia, dividida em duas ou três doses diárias, diluído em água. Uso externo: - Extrato Glicólico: Em cremes, géis e loções - 3 a 10%. Em shampoos, condicionadores, sabonetes líquidos e em barra e banhos de espuma - 2 a 5%.

Restrições de uso

Uso Adulto

O uso de Mulungu pode potencializar o efeito de ansiolíticos e medicamentos antihipertensivos quando associados.

Contraindicação

-

Observações

-

Efeitos Colaterais

-

Bibliografia

1. http://florien.com.br/wp-content/uploads/2016/06/MULUNGU.pdf