Cotar Agora
Home / Pricípios ativos / Kawa-Kawa

Kawa-Kawa

( Ansiolíticos , Antidepressivos e Fitoterápico )

Formas de Administração

Uso Oral

Controlado?

Não

Tipo de Receita

Receita Simples (branca, 1 via)

Manipulado

cápsulas, tintura

Destaca-se pelas suas propriedades farmacológicas tendo efeitos ansiolíticos e indutores de relaxamento e sono, sendo utilizada no tratamento da ansiedade, estresse ou cansaço, agitação, epilepsia, depressão, angustia nervosa, insônia, síndromes pré-menstruais, relaxante muscular. É importante ressaltar que o principal sítio de ação da kavaína é o complexo amigdalino. Os efeitos nas estruturas límbicas podem explicar a promoção do sono mesmo em ausência de sedação. Não possui interações significativas com receptores GABAérgicos, nem benzodiazepínicos no cérebro, sendo assim não possui os efeitos colaterais dos benzodiazepínicos e dos tricíclicos. No Brasil, a ANVISA indica este fármaco somente em estágios leves de ansiedade, nervosismo e tensão.

Como usar?

- Extrato seco (30%): 100-300 mg, 2 vezes ao dia. A dose indicada para se obter o efeito ansiolítico é de 45-70 mg de kavalactonas, 3 vezes ao dia. Para efeitos sedativos recomenda-se uma dose de 180-210 mg de kavalactonas, tomada preferencialmente 1 hora antes de deitar. - Pó: 500 mg, 1 a 2 cápsulas três vezes ao dia. - Extrato fluido: 10 a 30 gotas uma a três vezes ao dia, ou em extrato puro ou diluído, aplicado localmente (para inflamações osteoarticulares).

Restrições de uso

Uso Adulto

Como ainda existem controvérsias em relação ao seu mecanismo de ação correto e suas possíveis interações, não se recomenda o uso em conjunto com outras drogas de efeito sedativo, hipnótico, antidepressivo e anti-histamínico. O álcool potencializa a toxicidade do Kawa-Kawa.

Contraindicação

Kawa- Kawa deve ser exclusivamente usada sob prescrição médica. Automedicação e o seu uso como alucinógeno pode produzir sintomas de intoxicação similares aos produzidos pelos barbitúricos.

Observações

-

Efeitos Colaterais

Em pacientes que utilizam habitualmente a Kawa-Kawa, frequentemente aparecem erupções cutâneas, redução dos níveis de proteínas plasmáticas, uréia e bilirrubina, plaquetopenia, hipertensão, exagero do reflexo patelar, pele seca por interferir no metabolismo do colesterol e induzir um déficit de niancina.

Bibliografia

1. http://florien.com.br/wp-content/uploads/2016/06/KAWA-KAWA.pdf