Cotar Agora
Home / Pricípios ativos / Isoflavona

Isoflavona

( Terapia de reposição hormonal )

Formas de Administração

Uso Oral

Controlado?

Não

Tipo de Receita

Receita Simples (branca, 1 via)

Manipulado

Cápsulas

A isoflavona, é um medicamento fitoterápico derivado da soja, semelhante ao estrógeno natural produzido pelo corpo. De forma menos potente que o hormônio endógeno, a isoflavona estimula o receptor para hormônio estrogênico. O tratamento com isoflavona é indicado para o alívio dos fogachos, suores noturnos (sintomas vasomotores), do climatério (fase em que a mulher inicia sua fase não reprodutiva). A isoflavona apresenta também ação benéfica sobre o metabolismo lipídico, auxiliando na redução dos níveis de colesterol total e na manutenção de um melhor equilíbrio entre as frações do colesterol.

Como usar?

A dose recomendada é: Tratamento dos sintomas do climatério: 40 a 150mg/dia, podendo ser aumentada para 2 vezes ado dia a critério médico. Tratamento do colesterol: 50mg/dia

Restrições de uso

Uso adulto

Não utilize outros medicamentos com ação androgênica junto com a isoflavona. Pode haver interferência na absorção de ferro e interferência com anticoagulantes orais, converse com seu médico para um ajuste de dose. A isoflavona interfere na ação de levotiroxina, aumentando seu requerimento, podendo ser necessária a monitorização dos níveis dos hormônios tireoidianos se você estiver utilizando esses dois medicamentos ao mesmo tempo.

Contraindicação

A utilização de isoflavona é contraindicada para pacientes com história de hipersensibilidade (alergia) à soja e seus derivados ou aos componentes da fórmula. Avise seu médico se você tem ou teve câncer de mama. Isoflavona é contraindicada para administração em crianças. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Observações

Siga SEMPRE as orientações do seu médico. Evite a auto-medicação. “ISOFLAVONA É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA” “SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO”.

Efeitos Colaterais

Foram relatadas as seguintes reações adversas: prolongamento e aumento do ciclo menstrual, dermatite atópica (mancha avermelhada e descamativa no corpo) pode ocorrer, porém, anafilaxia (reação alérgica grave), eventos gastrintestinais como diarreia, sensação de gases, dor abdominal, constipação.

Bibliografia

BUONA. Laboratório Eurofarma. Bula do medicamento. Disponível em: http://www.bulas.med.br/p/laboratorios/laboratorio/50518/eurofarma.htm. Acesso em junho de 2017. ISOFLAVINE. Laboratório Herbarium. Bula do medicamento. Disponível em: www.herbarium.com.br/get_file.php?arq=updater/site_files/1716_81.pd. Acesso em junho de 2017. SOYFEMME. Laboratório Aché. Bula do medicamento. Disponível em: http://www.ache.com.br/arquivos/Soyfemme-capsulas-16-05-2017.pdf. Acesso em junho de 2017. ISOFLAVONA DE SOJA . Consensos e Diretrizes SOBRAC. Disponível em: http://sobrac.org.br/publicacoes. Acesso em julho de 2017.