Home / Pricípios ativos / Helleborus niger

Helleborus niger

( Homeopatia )

Cotar Agora

Formas de Administração

Uso Oral

Controlado

Não

Tipo de Receita

Receita Simples (branca, 1 via)

Manipulado

Glóbulos, solução

Indicação


• Age melhor nas crianças fracas, delicadas, inclinadas às afecções cerebrais. • Agravação – das 16 às 20 horas, de noite para a manhã, ar frio. • Ansiedade excessiva com agitação e medo. • Beliscando constantemente os lábios, roupas ou ´cavoucando´ o nariz com o dedo. • Crianças muito fracas, delicadas, psoricas, propensas a distúrbios do cérebro. • Demora para responder porque é lento para compreender. • Depressão sensorial (enxerga perfeitamente mas não se dá conta do que vê; diminuição da audição, paladar ausente ou quase ausente; estado no qual, mesmo com boa visão, só tem uma idéia parcial e não presta atenção em nada; há, apesar da audição normal, dificuldade de compreensão e, mesmo com os órgãos gustativos bem constituídos, não percebe o sabor em nada). • Desesperado. • Encolerizados com facilidade. • Embotamento. • Enterrando a cabeça no travesseiro, rolando de um lado para o outro. • Humor lúgubre, fica sentado no canto, embotado, sem pensar em nada e qualquer tentativa de consolo o agrava; se conseguir refletir sobre seu quadro mental, isto o melhora; estado de loucura no qual está persuadido de que comprometeu sua saúde devido aos seus pecados. • Idéias fixas, que não podemos fazer desaparecer, idéia fixa de que vai morrer determinado dia e ninguém a muda; tem idéia fixa de que cometeu uma falta grave e a descreve ou fala dela vagamente, mas ela lhe parece muito real. • Idiotismo agudo. • Imagina que agiu mal, que cometeu faltas imperdoáveis; que cometeu um crime, revolta-se, entra em pânico. • Lento para responder às questões, como se não compreendesse o que lhe perguntamos. • Melancolia intensa, levando ao desespero. • Melhoria – ar quente, quando distraído. • Nada o diverte. • Olhar fixo no vazio, os lábios se movimentam sem emitir nenhum som, como se quisesse dizer algo, mas esqueceu o que deveria dizer.Pesaroso; responde lentamente quando lhe perguntam. • Sensação de calor ardente na cabeça. • Silencioso com angustia. • Sono é leve não reparador. • Taciturnidade, melancolia, pode chegar ao desespero e à tristeza, que pioram ao ver pessoas alegres. • Trabalha sem atenção, maquinalmente. • Afecções cerebrais, da medula, nervos e mente; principalmente nas afecções agudas inflamatórias dos centros nervosos e suas envolturas fibrosas, nas alterações beirando à loucura. • Boca com cantos doloridos e partidos. • Cabeça quente. • Cefaléia estupidificante com gemidos e grito encefálico; rola a cabeça da direita para a esquerda ou a segura entre suas mãos; procura afundar o travesseiro com a cabeça, em parte inconscientemente, e em parte para melhorar a contração dos músculos da nuca. • Convulsões com frialdade extrema do corpo, exceto a cabeça que pode manter-se quente. • Dentição com sintomas cerebrais. • Diarréia durante a hidrocefalia aguda, dentição, gravidez; aquosa, clara, tenaz, com muco incolor, muco branco como geléia, involuntárias. • Diarréia com fezes abundantes, gelatinosas, formadas praticamente de muco, depois temos constipação com fezes pequenas, duras e seca que não responde nem às lavagens. • Dores lancinantes, pressivas, causadas pela congestão cerebral; cefaléia occipital violenta ou surda e com torpor no occipício; sensação de pletora e congestão cefálica. • Dores tirantes nos ossos e articulações do braço. • Engole avidamente água fria, morde a colher, mas permanece inconsciente. • Face com aspecto extremamente doentio, emagrece pouco a pouco, pálida e banhada de suor frio. • fome voraz. • Fraqueza muscular chegando à paralisia. • Fraqueza e relaxamento muscular; o doente está deitado no leito, de costas, com as pernas dobradas para não escorregar para o fundo da cama. • Fraqueza considerável dos membros inferiores que passam e estão doloridas, cambaleia ao caminhar. • Estupefato. • Hálito fétido. • Hidrocefalia. • Inconsciente. • Meningite aguda, cérebro-espinhal, nodular, com exsudação; paralisia mais ou menos completa com gritos encefálicos. • Menstruações não retornam após iniciadas. • Movimento automático de um braço e uma perna. • Movimentos constantes do maxilar como se mastigasse. • Movimentos espasmódicos do braço ou da perna;movimentos convulsivos ou automáticos não relacionados com atos voluntários; faz movimentos como alguém que se move em estado de ausência mental. • Músculos não obedecem prontamente à sua vontade, a menos que faça um esforço; relaxamento súbito dos músculos, deixa cair os objetos que segura; sacudidas dos músculos do braço. • Músculos da face se contraem. • Náuseas e vômitos sem aspectos que os distingam. • Narinas sujas e fuliginosas, secas. • Olhos e narinas cercados por halos negros, fronte e supercílios franzidos. • Olhos muito abertos; olhos insensíveis à luz. • Pupilas habitualmente dilatadas, às vezes alternância de dilatação e contração. • Sede violenta. • Retração do polegar. • Rigidez espasmódica dos dedos. • Sono estuporoso, com gritos, guinchos, sobressaltos. • Urina avermelhada, preta, escassa, com sedimento como borra de café; suprimida. • Urina retida ou suprimida, necessidade ineficaz de urinar; às vezes a urina emitida gota a gota e passa sem que o doente perceba;urina sanguinolenta. • Vertigens com náuseas e vômitos.

Posologia


-

Restrições de uso


Uso Adulto e Pediátrico

Interação Medicamentosa


-

Contraindicação


-

Observações


-

Reações Adversas


-

Bibliografia


1. https://www.abrahcon.com/materia-medica/pt/helleborus-niger-129