Cotar Agora
Home / Pricípios ativos / Diacereina

Diacereina

( Anti-inflamatório e Anestésico )

Formas de Administração

Uso Oral

Controlado?

Não

Tipo de Receita

Receita Simples (branca, 1 via)

Manipulado

Cápsulas, sachês, suspensão oral

A diacereína atua estimulando a produção de componentes da cartilagem, além de bloquear os principais mediadores da resposta inflamatória envolvidos na degradação dessa estrutura. Indicado no tratamento da osteoartrite (artrose e afecções articulares do tipo degenerativo). Possui moderada ação anti-inflamatória, analgésica (redução da dor) e antipirética (redução da febre). Sua eficácia é observada após duas a quatro semanas de uso, dependendo da gravidade da doença.

Como usar?

Nas duas primeiras semanas de tratamento, recomenda-se uma cápsula de 50mg/dia. Após esse período, aumentar para duas vezes ao dia, durante um período maior do que 06 (seis) meses. Segundo critério médico, o tratamento poderá se estender por ciclos mais longos. Seus efeitos benéficos manifestam-se de 2 a 4 semanas após início do tratamento, podendo ser necessário, neste período, o emprego de outros medicamentos analgésicos e Anti-inflamatório. A ingestão deste medicamento junto com alimentos pode melhorar sua absorção. Por esse motivo, é importante utilizá-lo durante as principais refeições, conforme orientação médica.

Restrições de uso

Uso adulto

O uso de diacereína com produtos contendo hidróxidos de alumínio ou de magnésio (ex. antiácidos) pode diminuir sua absorção. Sendo assim, recomenda-se intervalo de, no mínimo, 2 horas entre a administração desses medicamentos. Não deve ser ingerido simultaneamente com laxantes. Em casos extremos, a administração deverá ser efetuada com máxima prudência e sob controle médico direto. Em caso de diarreia, não administrar a diacereína junto a diuréticos.

Contraindicação

Não utilize a diacereína se você possui hipersensibilidade (alergia a diacereína). Contraindicado em casos de insuficiência hepática severa, doenças intestinais inflamatórias (colites ulcerativas, Doença de Crohn), pseudo-obstrução ou obstrução intestinal e síndromes abdominais dolorosas de causas não determinadas. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião dentista

Observações

Siga SEMPRE as orientações do seu médico. Evite a auto-medicação. “SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO”. “DIACEREÍNA É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA” VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.

Efeitos Colaterais

Reações muito comuns: diarreia, dor abdominal e alteração da coloração da urina (amarelo-intenso ou tonalidade avermelhada), porém sem significado clínico. Reações comuns: aumento do trânsito intestinal. Reações muito raras: foram relatados casos isolados de coceira, vermelhidão ou irritação na pele, pigmentação do cólon e do reto (regiões do intestino) e reações hepáticas

Bibliografia

ARTRODAR. Laboratório TRB. Bula do medicamento. Disponível em: Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/index.asp. Acesso em junho de 2017.