Cotar Agora
Home / Pricípios ativos / Cloridrato de Ambroxol

Cloridrato de Ambroxol

( Medicamento e Expectorante )

Formas de Administração

Uso Oral

Controlado?

Não

Tipo de Receita

Receita Simples (branca, 1 via)

Manipulado

xarope, solução.

Como terapêutica secretolítica e expectorante nas afecções broncopulmonares agudas e crônicas, associadas à secreção mucosa anormal e a transtornos do transporte mucoso.

Como usar?

-

Restrições de uso

Uso Adulto e Pediátrico acima de 2 anos

A administração de Ambroxol juntamente com antibióticos (amoxicilina, cefuroxima, eritromicina e doxiciclina) produz concentrações antibióticas mais elevadas no tecido pulmonar.

Contraindicação

Não deve ser administrado a pacientes com hipersensibilidade conhecida ao Ambroxol

Observações

-

Efeitos Colaterais

O produto é geralmente bem tolerado. Como efeitos colaterais relataram-se, sobretudo após administração parenteral, manifestações gastrintestinais leves (principalmente pirose, dispepsia e ocasionalmente náuseas e vômitos). Em raros casos ocorreram reações alérgicas, sobretudo erupções cutâneas. Em casos excepcionais relataram-se graves reações agudas do tipo anafilático; entretanto, a sua relação com Ambroxol é duvidosa; alguns destes pacientes tinham apresentado também reações alérgicas a outras substâncias.

Bibliografia

1. http://www.medicinanet.com.br/bula/459/ambroxol.htm