Citicolina

Indutor de memória e Neuropatias

Como administrar? Uso Oral
Controlado? Não
Tipo de receita Receita Simples (branca, 1 via)
Manipulado cápsulas
Para que serve?

Citicolina é um medicamento usado para a doença de Alzheimer e outros tipos de demência, traumatismo craniano, acidente vascular cerebral, perda de memória relacionada à idade, doença de Parkinson, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e glaucoma. A citicolina age principalmente aumentando as quantidades de um composto químico presente no cérebro chamado fosfatidilcolina. Tal composto é importantíssimo para o bom desempenho da função cerebral. Além disso, a citicolina é capaz de diminuir o dano do tecido cerebral quando o cérebro está ferido, como após um acidente cerebral vascular, por exemplo, e também de aumentar o fluxo sanguíneo no cérebro.

Como usar?

-

Restrições de uso

Uso Adulto

Interação Medicamentosa

-

Contraindicação

Mas mulheres grávidas ou em fase de amamentação devem evitar o uso da droga.

Observações

-

Efeitos Colaterais

As reações adversas mais frequentes (aproximadamente 4% dos pacientes) acometem o sistema gastrintestinal e são: dispepsia (dor ou desconforto na região abdominal superior), náuseas, vômitos, epigastralgia (dor no epigástrio) e diarreia. Também ocorre acometimento do sistema nervoso central com cefaleia (dor de cabeça). As reações adversas menos frequentes (0,6% dos pacientes) acometem o sistema cardiovascular e caracterizam-se por alterações na pressão arterial causando desde leve hipotensão (pressão arterial baixa) até raramente ao choque (deficiência de aporte sanguíneo). Entre as reações adversas que raramente ocorrem temos: disfunção hepática (alterações no fígado), anorexia (perda ou ausência de apetite), insônia (incapacidade de dormir), ansiedade, agitação, convulsão (contração involuntária dos músculos), tremores, diplopia (percepção de duas imagens em um único objeto), reação alérgica na pele, depressão e incontinência urinária (perda involuntária de urina). Também pode ocorrer aumento da sensação de paralisia local, quando a citicolina é administrada em pacientes com paralisia parcial, após acidente vascular cerebral.

Bibliografia

1. http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2016/janeiro/07/Citicolina--Somazina---.pdf 2. http://www.mundoboaforma.com.br/citicolina-para-que-serve-efeitos-colaterais-indicacoes-e-como-usar/