Camphora Officinallis

Homeopatia

Como administrar? Uso Oral
Controlado? Não
Tipo de receita Receita Simples (branca, 1 via)
Manipulado Glóbulos, solução
Para que serve?

O paciente Camphora não suporta as cobertas da cama. Colapso súbito, ficando a face pálida, fria e com expressão de ansiedade. Tem medo do escuro quando sozinho. Sensação de dor no corpo todo ao menor contacto. Agitado. Angustiado. É muito sensível ao frio. Convulsões em crianças. A língua está fria e apresenta tremores. Sede. Não a consegue saciar. Depois de beber tem náuseas. Vómitos. Diarreia sem cor, acompanhada de calafrio. Coriza com sensação de inspiração pelo nariz de ar gelado. Sufocação repentina em pessoas idosas. Tosse seca com estertores. Desejo sexual aumentado. Priapismo. AGRAVA – à noite; pelo ar frio; pelo movimento; pelo contacto. MELHORA – ao beber água fria; pelo ar quente.

Como usar?

Recomenda-se o uso conforme orientação de um profissional prescritor habilitado.

Restrições de uso

Uso Adulto e Pediátrico

Interação Medicamentosa

-

Contraindicação

-

Observações

-

Efeitos Colaterais

-

Bibliografia

1. http://josemariaalves.blogspot.com.br/2009/07/camphora-materia-medica-homeopatia.html