Cotar Agora
Home / Pricípios ativos / Bupropiona Hcl

Bupropiona Hcl

( Ansiolíticos e Antidepressivos )

Formas de Administração

Uso Oral

Controlado?

Sim

Tipo de Receita

Receita de Controle Especial (branca, 2 vias)

Manipulado

Cápsulas

Cloridrato de bupropiona é indicado no tratamento da depressão, especialmente os que sofreram a perda da libido desejo sexual) com outros medicamentos, transtorno afetivo sazonal. Também auxiliam no tratamento para parar de fumar.

Como usar?

Tratamento do tabagismo (parar de fumar): Comece a usar cloridrato de bupropiona enquanto ainda estiver fumando. Você deve estabelecer uma data para parar de fumar durante a segunda semana após o início do tratamento. Isso porque o medicamento demora aproximadamente uma semana para atingir os níveis necessários no seu corpo e, então, começar a fazer efeito. Não é perigoso fumar e usar cloridrato de bupropiona ao mesmo tempo. Nos três primeiros dias, uma cápsula ou comprimido (150 mg) uma vez ao dia. Do quarto dia em diante, um comprimido (150 mg) duas vezes ao dia, com pelo menos 8 horas de intervalo e não próximo a hora de dormir. Não tome mais do que um comprimido de uma vez. Continue utilizando cloridrato de bupropiona por pelo menos sete semanas. Seu médico deve decidir se você pode continuar o tratamento por um período mais longo. Para algumas pessoas, pode-se prescrever um comprimido (150 mg) uma vez ao dia durante todo o tratamento, em razão de problemas nos rins ou no fígado ou ter mais de 65 anos. Para o tratamento da depressão a dose usual é de 1 (um) comprimido ou cápsula de 150 mg por dia. Seu médico pode aumentar a dose para 300 mg (2 comprimidos) por dia, caso sua depressão não melhore após várias semanas. Não tome mais que 1 (um) comprimido de uma vez. As doses devem ser tomadas com pelo menos 8 horas de intervalo. Não tome próximo da hora de dormir, pois pode causar dificuldade para dormir. Seu médico pode alterar sua dose: se você tem problemas nos rins ou no fígado; se você tem mais de 65 anos. A dose máxima diária de cloridrato de bupropiona é de 300 mg ao dia

Restrições de uso

Uso adulto (maiores de 18 anos)

Avise se médico se estiver tomando outros medicamentos como, Fitoterápico (medicamentos à base de ervas) ou vitaminas, medicamentos para o tratamento de outras doenças como a Doença de Parkinson, epilepsia, câncer, hipertensão arterial ou outros problemas no coração, diabetes, incluindo produtos comprados por conta própria. Avise também se estiver usando adesivos de nicotina. Ele pode alterar sua dose ou sugerir uma mudança nas outras medicações. Em relação ao consumo de álcool, se você tem o costume de beber muito, não pare repentinamente, pois pode ser perigoso. Converse com seu médico sobre isso antes de usar o cloridrato de bupropiona. Paras as demais pessoas: o médico pode solicitar que você não beba, ou que beba muito pouco. Cloridrato de bupropiona interfere nos resultados de alguns exames laboratoriais, sempre avise seu médico, hospital ou laboratório que está utilizando este medicamento.

Contraindicação

Cloridrato de bupropiona não é indicado para menores de 18 anos, pessoas com histórico de epilepsia ou outros distúrbios convulsivos ou com diagnóstico de anorexia nervosa ou bulimia. Contraindicado a pacientes em processo de descontinuação abrupta do uso de sedativos ou álcool.

Observações

Siga SEMPRE as orientações do seu médico. Evite a auto-medicação. “CLORIDRATO DE BUPROPIONA É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA” VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA.SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA. “CLORIDRATO DE BUPROPIONA É UM MEDICAMENTO. DURANTE SEU USO, NÃO DIRIJA VEÍCULOS OU OPERE MÁQUINAS, POIS SUA AGILIDADE E ATENÇÃO PODEM ESTAR PREJUDICADAS” “SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO”. Este medicamento pode causar doping.

Efeitos Colaterais

Reações muito comuns: Insônia se você achar que seu sono está alterado, tente não tomar a bupropiona próximo da hora de dormir. Dores de cabeça, boca seca, enjoo, vômito. Reações comuns: Reações alérgicas: placas vermelhas pelo corpo, bolhas ou urticária (coceira) na pele. Febre, tontura, suor excessivo, calafrios, tremores, fraqueza, cansaço, dor no peito. Sensação de ansiedade, agitação, dor abdominal, constipação (prisão de ventre). Sensação de mudança no gosto da comida, perda de apetite. Aumento da pressão sanguínea (que, por vezes, pode ser severa). Rubor (vermelhidão), zumbido no ouvido, alterações visuais. Reações incomuns: Perda de peso, depressão, confusão, dificuldade de concentração, batimento cardíaco acelerado. Reações raras: Convulsões ou ataques epilépticos, se você tiver convulsão, avise seu médico assim que possível. Não tome mais comprimidos. Reações muito raras: Reações alérgicas graves, como angioedema (inchaço localizado na pele), falta de ar, dificuldade para respirar e choque anafilático (reação alérgica grave a uma substância e que pode levar à morte). Dor muscular ou nas juntas (articulações), e febre, em associação com erupções cutâneas e outros sintomas sugestivos de hipersensibilidade tardia. Hepatite. Este medicamento pode causar doping.

Bibliografia

ANVISA, 2017. Lista de medicamentos referência. Disponível em: http://http://portal.anvisa.gov.br/registros-e-autorizacoes/medicamentos/produtos/medicamentos-de-referencia/lista. Acesso em junho de 2017. WELLBUTRIN XL. WELLBUTRIN SR. ZYBAN. Laboratório Glaxosmithkline. Bula do medicamento. Disponível em: Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/index.asp. Acesso em junho de 2017.