Home / Pricípios ativos / Ammonium carbonicum

Ammonium carbonicum

( Homeopatia )

Cotar Agora

Formas de Administração

Uso Oral

Controlado

Não

Tipo de Receita

Receita Simples (branca, 1 via)

Manipulado

solução, glóbulos

Indicação


Adequado às mulheres corpulentas e carnudas, com vários transtornos em conseqüência de vida sedentária; mulheres delicadas que precisam ter o ´frasco de cheiro´ sempre à mão; apanham resfriado facilmente no inverno; crianças que não gostam de tomar banho. Indivíduos flácidos, gordos e indolentes, delicados e débeis, apesar da boa aparência. Agravação à noite, das 03 às 04 horas e pelo frio; melhora com o tempo seco; a água agrava todos os sintomas; Aversão pelo coito; Crianças que não gostam do banho (e higiene em geral); Cheiro forte no nariz; Engana-se falando e escrevendo; Impressionáveis; Incapacidade de falar dos males que lhe afingem; Mais atividades físicas que intelectuais; Mau humor durante tempo úmido, tempestuoso e pela manhã; Sensação dolorosa nas vísceras pélvicas; Sensação de paralisia no braço direito; Tristeza e angustia que desaparecem à tarde. Adenóide com recidivas; Afecções catarrais fácies; Apnéia durante o sono (nariz entope, respira pela boca); Audição diminuída; Boca seca; Clitóris irritado; Cólicas e dores renais; Constipação; Coriza de longa duração, ´fungação´ em crianças; aguda, peito cheio de muco; Dedinho do pé doloroso e inchado; Dentes sensíveis; Diplopia (pontos negros que flutuam em frente aos olhos); Dispnéia com palpitação, piora com esforço ou subindo escadas; Dor de cabeça com sensação de plenitude, como se a testa fosse estourar; Dores como luxações nas articulações; Dores de garganta; Dores como tração (nas pernas) e tensão lombar; Dores em pontadas e latejamento na cabeça; Enfisema (um dos melhores remédios); Epistaxe quando lava o rosto ou quando come; assoando muco sanguinolento; Ereções sem desejos com perdas seminais; Escarlatina grave com sono profundo, respiração esterotosa; Fotofobia com queimação nos olhos; Fraqueza geral; Garganta dolorida e purulenta, tendência a ulceração gangrenosa das amígdalas; Gengivas frágeis; Genitais inchados, com queimação e prurido; Glóbulos vermelhos degenerados; Hipersensível a todos os sons; Inflamação das amigdalas; Intelecto enfraquecido; Lábios secos, rachados e sangrantes; Leucorréia aquosa e ardente vindo do útero; acre e profusa vindo da vagina, escoriação da vulva; Mãos frias e azuladas; Memória fraca; Menstruações muito adiantadas, profusas, precedidas de cólicas abdominais; acres, tornam as coxas doloridas, copiosas de madrugadas e quando sentada; com dor de dente, cólica, tristeza, fadiga, bocejos e calafrios; Nariz entupido, principalmente durante a madrugada, precisa respirar pela boca; Odontalgia; Otorréia acre; Pálpebras com aglutinação noturna; Palpitações cardíacas; Paralisia cerebral (ameaça); Pele do rosto frequentemente pálida; pele em geral com pequenas lesões pruriginosas; Perda de respiração ao cair no sono, precisa acordar para respirar novamente; Pés inchados, que transpiram facilmente; Picadas de insetos; Prostração intensa; Pulsações frontais dolorosas que melhoram com pressão; Respiração ruidosa; Rigidez na nuca com dores puxantes; Tosse seca, por coceira na garganta como se provocada por poeira, todas as madrugadas das 3 às 4 horas; asmática, breve; Transpiração com suor frio; Tremores nas mãos; Ulcerações com tendência a gangrenar; Veias distendidas; Vertigem rotatória à noite que obriga a levantar-se.

Posologia


-

Restrições de uso


Uso Adulto e Pediátrico

Interação Medicamentosa


-

Contraindicação


-

Observações


-

Reações Adversas


-

Bibliografia


1. https://www.abrahcon.com/materia-medica/pt/ammonium-carbonicum-13