Cotar Agora
Home / Pricípios ativos / Albumina pó

Albumina pó

( Suplementos )

Formas de Administração

Uso Oral

Controlado?

Não

Tipo de Receita

-

Manipulado

-

Muitos atletas ingerem com frequência grandes quantidades diárias de clara de ovo, pura e em jejum, porém, devido à riscos de intoxicação alimentar por Salmonella, uma bactéria que pode estar presente no ovo cru, tem-se indicado o consumo de Albumina em pó, ou seja, a clara de ovo pasteurizada (desidratada). A Albumina também está relacionada a processos de coagulação sanguínea. Em sua falta, pode ocorrer eventos hemorrágicos, dificultando a cicatrização de lesões e podendo até aumentar o volume do ciclo menstrual nas mulheres.

Como usar?

Não existe doseamento definido para a albumina. Para que seja consumido de forma segura, é indicado a orientação de um nutricionista, uma vez que cada indivíduo tem necessidades diferentes, tanto para ganho de massa muscular, como também em relação ao efeito do suplemento. Em geral, são indicadas doses de 2 a 3g/kg de peso corporal. A ingestão deve ser feita com água, sucos ou leite. Após o treino, como substituto para o Whey Protein, a albumina pode ser ingerida juntamente com a maltodextrina, o que irá proporcionar ao atleta nutrientes para a recuperação muscular e atingir maiores ganhos de massa muscular. Por possuir absorção lenta, a albumina é mais indicada como proteína “time release”, sendo mais indicada para períodos os quais o organismo fica sem se alimentar. Neste caso, aconselha-se o consumo da proteína antes de dormir. A albumina pode também ser consumida ao acordar, juntamente com Shakes, para suprir a necessidade do organismo após um período sem alimentação, e fornecer proteínas para o corpo ao decorrer do dia.

Restrições de uso

-

-

Contraindicação

A albumina é contraindicada nos casos de hipertensão, varizes esofagianas, edema pulmonar, diátese hemorrágica, anemia grave, anúria renal e pós-renal e desidratação.

Observações

Conte com uma boa farmácia de manipulação para desenvolver o seu suplemento com albumina. Assim, você consegue aproveitar o máximo dos resultados do ativo e melhorar seu desempenho nos treinos Confira um artigo especial sobre os suplementos para treino: https://blog.manipulae.com.br/suplemento-pre-treino/

Efeitos Colaterais

Foram relatados efeitos como gases e diarreia, por uma reação do sistema gastrointestinal em algumas pessoas suscetíveis e mais sensíveis. Como efeitos mais raros, foram observados alergias e distúrbios renais devido ao uso em excesso do suplemento.

Bibliografia

1. GOSTON, J. L. Prevalência do uso de suplementos nutricionais entre praticantes de atividade física em academias de belo horizonte: fatores associados. Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2008. 2. HERNANDEZ, A. J.; NAHAS, R. M. Modificações dietéticas, reposição hídrica, suplementos alimentares e drogas: comprovação de ação ergogênica e potenciais riscos para a saúde. Rev. Bras Med Esporte, vol. 15, n 3, p. 3-12, Mai, 2009. 3. Albumina, um Transportador de Lipídeos ou uma Ferramenta para o Emagrecimento? SAKAMOTO, M. & CAPERUTO, E. C. Universidade Presbiteriana Mackenzie. VII Jornada de Iniciação Científica. 2011. 4. Fisiologia da Contração Muscular. Revista Neurociências. Escola Paulista de Medicina / Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP. V 13. N 3. Jul/set, 2005. 5. SCHALK, B. W.; et al. Serum albumin and muscle strength: a longitudinal study in older men and women. J Am Geriatr Soc. 2005 Aug;53(8):1331-8.