Cotar Agora
Home / Pricípios ativos / Ácido Retinóico

Ácido Retinóico

( Antidade , Retinóide e Antiacneico )

Formas de Administração

Uso na pele

Controlado?

Sim

Tipo de Receita

Receita de Controle Especial (branca, 2 vias)

Manipulado

-

O Ácido Retinóico é um retinóide de uso tópico, conhecido também como tretinoína, derivado da Vitamina A. É comumente utilizado em tratamentos para acne, manchas e rugas para uso no dia a dia e aplicação em peelings para obtenção de uma descamação superficial. O ácido retinóico funciona no tratamento da acne, reduzindo o tamanho da glândula sebácea diminuindo a produção de sebo e as condições de proliferação bacteriana da acne.

Como usar?

Para uso domiciliar em gel ou gel creme: 0,01% à 0,1%. Para utilização em peelings: 1 a 10% com uso em consultórios e aplicados por profissionais.

Restrições de uso

Não deve ser utilizado por mulheres grávidas. Pode causar graves defeitos na face, nas orelhas, no coração e no sistema nervoso do feto. O efeito pode acontecer em até um mês após a interrupção do uso.

Informações não encontradas nas literaturas consultadas.

Contraindicação

-

Observações

É indispensável o acompanhamento com um especialista durante todo o procedimento. E, contar com boas farmácias de manipulação para desenvolver o seu produto.

Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns são irritação da pele, descamação e vermelhidão em peles sensíveis e eritemas. Deve ser utilizado à noite, é indispensável o uso de fotoprotetores durante o dia. Obs: Insumo pertencente à Portaria 344/98 – ANVISA - Lista-C2

Bibliografia

SWEETMAN, S.C; et al; MARTINDALE – Guia Completo de Consulta farmacoterapeutica. Barcelona. 2a Ed. 2005. BATISTUZZO, J.A; ITAYA, M; ETO, Y. Formulário Médico-Farmacêutico. São Paulo/SP:Tecnopress, 4a Ed. 2011. Maio M. Tratado de Medicina Estética, 1ª edição, V.II, São Paulo, Roca Ltda, 2004. Alchorne MMA, Pimentel DRN. Acne. São Paulo, Revista Brasileira de Medicina, 2003. Baumann L. Dermatologia Cosmética. Princípios e Prática. São Paulo, Revinter, 2000.