Ácido Mefenâmico

Anti-inflamatório e Antireumáticos

Como administrar? Uso Oral
Controlado? Não
Tipo de receita Receita Simples (branca, 1 via)
Manipulado cápsulas
Para que serve?

Alívio sintomático de artrite reumatoide (inclusive doença de Still), osteoartrite e dor incluindo dor muscular, traumática e dentária, cefaleias de várias etiologias, dor pós-operatória e pós-parto. Alívio sintomático da dismenorreia primária. Menorragia por causas disfuncionais ou por uso de DIU (dispositivo intrauterino), tendo sido afastadas as demais causas de doença pélvica. Síndrome pré-menstrual.

Como usar?

Este medicamento não deve ser utilizado por pacientes com hipersensibilidade conhecida ao Ácido Mefenâmico (substância ativa) ou a qualquer componente da fórmula. Devido à possibilidade de sensibilidade cruzada com ácido acetilsalicílico ou outros anti-inflamatórios não esteroides, este medicamento não deve ser administrado a pacientes que apresentam sintomas de broncoespasmo, rinite alérgica ou urticária. O Ácido Mefenâmico (substância ativa) é contra indicado em pacientes com úlcera ativa ou inflamação crônica do trato gastrintestinal superior ou inferior e deve ser evitado em pacientes com disfunção renal preexistente. O Ácido Mefenâmico (substância ativa) é contraindicado em pacientes com úlcera ativa ou inflamação crônica do trato gastrintestinal superior ou inferior e deve ser evitado em pacientes com disfunção renal preexistente. O Ácido Mefenâmico (substância ativa) é contraindicado no tratamento da dor perioperatória de cirurgia para revascularização do miocárdio (CRM). O Ácido Mefenâmico (substância ativa) é contraindicado em pacientes com insuficiência renal e hepática grave. O Ácido Mefenâmico (substância ativa) é contraindicado em pacientes com insuficiência cardíaca grave.

Restrições de uso

Uso Adulto

Interação Medicamentosa

Ácido Mefenâmico (substância ativa) interfere no efeito antiplaquetário do ácido acetilsalicílico de baixa dosagem, e pode, assim, interferir no tratamento profilático de doença cardiovascular com aspirina. O Ácido Mefenâmico (substância ativa) desloca a varfarina dos sítios de ligação à proteína e pode aumentar a resposta aos anticoagulantes orais. Portanto, a administração concomitante de Ácido Mefenâmico (substância ativa) com fármacos anticoagulantes requer monitoração frequente do tempo de protrombina.

Contraindicação

Este medicamento não deve ser utilizado por pacientes com hipersensibilidade conhecida ao Ácido Mefenâmico (substância ativa) ou a qualquer componente da fórmula. Devido à possibilidade de sensibilidade cruzada com ácido acetilsalicílico ou outros anti-inflamatórios não esteroides, este medicamento não deve ser administrado a pacientes que apresentam sintomas de broncoespasmo, rinite alérgica ou urticária. O Ácido Mefenâmico (substância ativa) é contra indicado em pacientes com úlcera ativa ou inflamação crônica do trato gastrintestinal superior ou inferior e deve ser evitado em pacientes com disfunção renal preexistente. O Ácido Mefenâmico (substância ativa) é contraindicado em pacientes com úlcera ativa ou inflamação crônica do trato gastrintestinal superior ou inferior e deve ser evitado em pacientes com disfunção renal preexistente. O Ácido Mefenâmico (substância ativa) é contraindicado no tratamento da dor perioperatória de cirurgia para revascularização do miocárdio (CRM). O Ácido Mefenâmico (substância ativa) é contraindicado em pacientes com insuficiência renal e hepática grave. O Ácido Mefenâmico (substância ativa) é contraindicado em pacientes com insuficiência cardíaca grave.

Observações

-

Efeitos Colaterais

-

Bibliografia

1. https://consultaremedios.com.br/acido-mefenamico/bula