Cotar Agora
Home / Pricípios ativos / Acetato de Zinco

Acetato de Zinco

( Suplementos )

Formas de Administração

Uso Oral

Controlado?

Não

Tipo de Receita

-

Manipulado

-

É usado na suplementação de Zinco

Como usar?

Indica-se a ingestão de 1mg/kg de Acetato de Zinco ao dia ou conforme orientação médica. Para uso tópico, geralmente é associado com eritromicina. Usado na concentração de 1 a 2%.

Restrições de uso

-

-

Contraindicação

-

Observações

Siga SEMPRE as orientações do seu médico. Evite a auto-medicação.

Efeitos Colaterais

O Zinco participa de uma variedade de processos celulares como um co-fator para inúmeras enzimas, influenciando a expressão gênica por meio de fatores de transcrição. Numerosas enzimas associadas à síntese de DNA e RNA são metaloenzimas dependentes de zinco, incluindo a RNA polimerase, transcriptase reversa e fator de transcrição IIIA. Nestas enzimas, o zinco está firmemente ligado, estabilizando estruturas que são funcionalmente importantes.

Bibliografia

1. SENA, K. C. M., PEDROSA, L. F. C. Efeitos da Suplementação com Zinco sobre o Crescimento, Sistema Imunológico e Diabetes. Rev. Nutr. vol.18 no.2 Campinas Mar./Apr. 2005. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1415-52732005000200009&script=sci_arttext 2. Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas – Doença de Wilson. Disponível em: http://old.cremerj.org.br/anexos/ANEXO_PORTARIA_1318.pdf