Cotar Agora
Home / Farmácias de manipulação do Brasil / Ufrj - Farmácia Universitária

Ufrj - Farmácia Universitária

(21) 2260-7381

Sobre nós

Razão Social: Ufrj - Farmácia Universitária
CNPJ:
Farmacêutico responsável:
Endereço: Av. Carlos Chagas Filho, 373 -, - Cidade Universitária , Rio de Janeiro/Rio de Janeiro - CEP 21941-170
Telefone: Ligue Agora
Site: http://www.farmacia.ufrj.br/

História

A Faculdade de Farmácia conquista sua autonomia didática e administrativa e nomeia seu primeiro diretor. Desde os primeiros passos da Humanidade, o homem exerceu cumulativamente as funções de cirurgião-barbeiro (médico) e de boticário (Farmacêutico)... Eu, Príncipe Regente, D. João, nomeio como catedrático da Cadeira de Medicina, Química, Matéria Médica e Farmácia, (observe a pluralidade!) o médico português, formado em Medicina e Filosofia pela Universidade de Coimbra, Doutor José Maria Bomtempo. Pode ter sido assim a nomeação que deu inicio, a rigor em 12 de abril de 1809, o primeiro passo definitivo para o estabelecimento dos cursos Farmácia no Brasil. No Brasil, como em todas as demais partes do mundo, a Farmácia iniciou-se nas Faculdades de Medicina. Por muito tempo, foi facultado ao médico o exercício da Farmácia, bastando para isso uma prova de qualificação na matéria manipulação galênica. Em 1832, foram criados os cursos de Farmácia e de Obstetrícia que funcionaram juntamente com o de Medicina na então Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, depois Faculdade Nacional de Medicina e hoje Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Passados 69 anos de sua cria��o, nos primeiros anos da República, na Presidência do Dr. Campos Sales, curso de Farmacêutico de três anos foi reduzido para dois anos, num total de quatro disciplinas: Química Médica, História Natural Médica, Matéria Médica e Farmacologia. Esta mutilação, durou relativamente pouco. No ano de 1911, já no governo do Marechal Hermes da Fonseca, passou novamente o curso de Farmácia para os três anos, com algumas disciplinas tópicas da formação diferenciada, como a Química Analítica, Bromatologia e Química Industrial. A introdução da disciplina Química Industrial corresponde a uma fase áurea da Profissão, pois permite a nomeação de professores que criaram uma verdadeira Escola de Química Aplicada a Farmácia, com reflexos no caráter científico do ensino da Farmácia. Foi em 1925, na presidência de Artur da Silva Bernardes que ocorre uma modificação profunda no ensino da Farmácia para o ingresso.

Fonte: http://www.farmacia.ufrj.br/