Muito se fala sobre os diversos tipos de medicamentos para emagrecer. No entanto, pouco é explicado sobre os verdadeiros efeitos que essas substâncias causam no organismo. Por este motivo, nós vamos te explicar um pouco mais sobre um dos mais utilizados pelos brasileiros, a Sibutramina.

Anteriormente, o cloridrato de sibutramina era muito utilizado como antidepressivo, no combate à ansiedade. Contudo, sua função no sistema nervoso, o faz ser muito utilizado no tratamento da obesidade. A seguir, entenda um pouco mais sobre o que a sibutramina faz no organismo e os seus verdadeiros riscos!

O que é Sibutramina?

A sibutramina é um antidepressivo, também utilizado como remédio para emagrecer. Sua função age diretamente no sistema nervoso, causando a liberação de hormônios como a noradrenalina e a serotonina. Quando liberadas, essas substâncias são responsáveis por causarem a sensação de saciedade, levando a pessoa que deseja perder peso rápido, a ter menos apetite.

Porém, como a maioria dos remédios que agem no sistema nervoso, a sibutramina causa efeitos colaterais, que ao longo prazo, podem causar diversos problemas para os pacientes. Por isso, o uso deste medicamento deve ser feito apenas após a recomendação de um especialista e com o seu devido acompanhamento.

Sibutramina emagrece?

Uma das maiores dificuldades de quem deseja emagrecer, é elaborar uma dieta adequada, ainda mais quando falamos de ansiedade e compulsão por comer. É neste ponto que a sibutramina ajuda. Aumentando a sensação de saciedade, quem consome esse tipo de substância, consequentemente, irá comer menos, ou até mesmo, passar horas sem comer – eis o perigo!

Não comer, pode acarretar em diversos outros problemas no organismo, ocasionando em fadiga, cansaço e fraqueza. Levando em consideração todos os efeitos colaterais da sibutramina, essas complicações podem ser ainda maiores!

No entanto, a função da sibutramina no organismo também ativa a termogênese, levando o paciente a perder peso. Mas para isso, é necessário que o tratamento seja feito com a posologia adequada, recomendada por um profissional do segmento.

Nesse sentido, utilizar sibutramina demanda o acompanhamento médico, seguido de uma dieta elaborada e a prática de exercícios físicos, afinal, é essa a combinação que faz qualquer pessoa emagrecer e ter uma vida saudável. Por isso, antes de se perguntar se sibutramina emagrece, é preciso uma avaliação médica e uma bateria de exames, verificando a real necessidade de seu tratamento.

Quais são os efeitos colaterais da Sibutramina?

As principais consequências do tratamento com sibutramina estão ligadas ao sistema nervoso do paciente. Consequentemente, o aumento da pressão arterial, ansiedade, alterações de sensibilidade e palpitações são comuns nas pessoas que consomem essas substâncias.

Algumas alterações no sistema digestivo também são vistas após o consumo desse medicamento. Mudança no paladar, má função do sistema intestinal (graves oscilações entre prisão de ventre e diarreias) e secura na boca também estão na lista dos efeitos colaterais da sibutramina.

Pessoas que sofrem de ansiedade poderão ter um aumento considerável em suas crises, já que a atuação é ligada diretamente ao sistema nervoso. Insônia, tonturas, delírios e estresse também ocorrem quando o consumo de sibutramina é feito em excesso, por isso: cuidado!

Quem pode tomar sibutramina?

Apesar de todos os seus efeitos colaterais, o uso de sibutramina é recomendado no tratamento de pessoas com obesidade, com o IMC (Índice de Massa Corpórea) superior a 30 mg/m. E claro, sem com o acompanhamento de um médico especialista e um nutricionista, afinal, sem uma dieta equilibrada é impossível se perder peso.

Quais são as contra-indicações da Sibutramina?

Pacientes que sofrem com hipertensão e problemas cardíacos, não devem em hipótese alguma consumir sibutramina. Além disso, seu consumo também não é recomendado a pessoas com distúrbios alimentares, como anorexia e bulimia.

Mulheres grávidas ou que estão em período de amamentação também não devem ser tratadas com o medicamento, levando em consideração a transmissão das substâncias da gestante para o bebê. Complicações cardíacas e outros problemas causados pelos excesso de peso como diabetes e colesterol também entram na lista das contra-indicações da sibutramina.

Onde encontrar sibutramina?

Mesmo com todos os efeitos colaterais, a sibutramina pode ser encontrada em diversas drogarias ou farmácias de manipulação. Porém, a venda do medicamento é feita somente após a prescrição médica.

Vale lembrar que, mesmo realizando o trabalho, alguns outros fatores são necessários para se perder peso, ter uma vida mais saudável e atingir o corpo desejado. Por isso, a mudança de hábitos alimentares, como evitar doces, calorias e gorduras, em conjunto com uma série de exercícios físicos, como musculação, aeróbica e dança também são fundamentais para emagrecer.