Se você conhece alguma farmácia de manipulação, pode até pensar que todas são iguais, ou pelo menos, parecem iguais.

Mas será que os procedimentos e condutas nas farmácias de manipulação são idênticos, já que todas se baseiam em uma mesma legislação?

O setor de manipulação brasileiro vem crescendo consideravelmente a cada ano. Entretanto, muitas pessoas ainda desconfiam da qualidade do remédio manipulado e optam por não os utilizar em tratamentos.

Pensando nisso, a equipe do 99fórmulas separou alguns tópicos importantes para sanar as suas dúvidas sobre o controle de qualidade da ANVISA em farmácias de manipulação.

Mas antes, vamos entender o que é a ANVISA e porque ela foi criada:

O que é a ANVISA?

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária foi criada pelo governo federal para monitorar os procedimentos feitos para produção de medicamentos.

A ANVISA também é responsável por fiscalizar laboratórios que comercializam esse tipo de produto.

Qual é a função da ANVISA?

O principal da ANVISA é oferecer segurança e serviços de saúde de qualidade para os consumidores.

Para isso, ela faz o controle sanitário de produtos, medicamentos, alimentos e cosméticos em locais autorizados previamente a funcionar, de acordo com as suas normas.

Entre suas competências, podemos destacar:

  • Controlar e fiscalizar produtos, tais como medicamentos, alimentos e cosméticos, e serviços que envolvam risco à saúde;
  • Estabelecer normas e padrões sobre limites de produtos contaminantes, tóxicos, desinfetantes, metais pesados e outros que podem causar danos à saúde;
  • Conceder registros a produtos;
  • Proibir a fabricação, distribuição e armazenamento de produtos que possam causar danos à saúde;

Adequação à Legislação

Nos últimos anos, a ANVISA publicou resoluções que tinham como objetivo igualar farmácias em um patamar mínimo.

Em consequência, diversas mudanças aconteceram no processo de empresas que comercializam produtos relacionados à saúde.

Isso gerou um grande esforço financeiro, logístico e de processos para que essas empresas se tornassem devidamente qualificada.

Esse processo inclui também as farmácias de manipulação.

Diferença entre farmácias comuns, farmácias de manipulação e drogarias

Muitas pessoas se confundem ou acreditam que farmácias comuns, farmácias de manipulação e drogarias tratam-se de locais iguais.

Mas não, são comércios distintos, embora possa não parecer.

Para exemplificar, pense quantas vezes você disse “vou à farmácia” ao invés de “vou à drogaria”, quando precisou comprar remédios, independente de serem industrializados ou manipulados.

Confira abaixo do que cada uma se trata:

  • Farmácias comuns: são estabelecimentos de saúde que comercializam e orientam sobre o uso de medicamentos industriais e manipulados.

As farmácias possuem laboratório para preparação de fórmulas prescritas por profissionais capacitados e podem também, comercializar produtos industrializados.

  • Farmácia de Manipulação: são estabelecimentos de saúde onde medicamentos são preparados de acordo com a necessidade do cliente;

Elas atuam de forma individualizada ou personalizada, com base em receita emitida por profissional autorizado.

  • Drogarias: são estabelecimentos de saúde que comercializam e orientam sobre o uso de medicamentos industriais;

Nelas, também são comercializados produtos como cosméticos, suplementos de primeiros-socorros e itens de conveniência.

Agora que você sabe a diferença entre farmácias comuns, farmácias de manipulação e drogarias, vamos descobrir qual a diferença entre medicamentos e remédios.

 

Qual a diferença entre remédio e medicamento?

Diariamente, é comum dizermos que remédio é sinônimo de medicamento. No entanto, essas palavras não significam a mesma coisa.

Descubra a diferença entre eles:

O que é considerado remédio?

Os remédios são utilizados em todo e qualquer tipo de cuidado em curas ou alívio de doenças, sintomas, desconforto e mal-estar.

Os exemplos mais conhecidos de remédios são: banhos quentes ou massagens para aliviar tensões e chás caseiros.

O que é medicamento?

Medicamentos são substâncias produzidas em farmácias (medicamentos manipulados) ou indústrias (medicamentos industriais).

Os medicamentos devem seguir determinações legais de segurança, eficácia e qualidade.

Logo, para um medicamento ser reconhecido como tal, ele deve atender uma série de exigências da ANVISA e Ministério da Saúde.

Essas exigências foram feitas a fim de garantir a segurança dos consumidores.

O que são medicamentos manipulados?

Medicamentos manipulados são aqueles preparados diretamente em Farmácias de Manipulação.

O responsável pela elaboração de manipulados são profissionais farmacêuticos, a partir das fórmulas autorizadas pela ANVISA.

 

Compensa mais comprar em Farmácias de Manipulação?

Algumas das principais vantagens de comprar medicamentos de farmácias de manipulação incluem:

  • Baixo custo: os medicamentos manipulados diminuem desperdícios, já que são feitos de acordo com a necessidade do paciente, de maneira individual;
  • Economia: a manipulação de comprimidos também permite a associação de duas ou mais substâncias;

Isso contribui para que o consumidor use uma menor quantidade de comprimidos ou cápsulas por dia;

  • Qualidade: os medicamentos manipulados não contém conservantes, estabilizantes, açúcares ou, até, lactose, muitas vezes, presentes em fórmulas industrializadas;
  • Confiança: a matéria-prima é adquirida por fornecedores autorizados. Após a manipulação, o medicamento é sujeito a testes;
  • Conforto: os remédios manipulados podem ser produzidos em comprimidos, cápsulas, cremes, géis ou soluções, facilitando o uso do paciente.

Dessa forma, os medicamentos manipulados podem ser mais eficazes por se adaptar melhor ao paciente.

Logo, facilitando o tratamento e recuperação do paciente.

Mas como saber se a farmácia de manipulação é confiável?

Atenção na hora de escolher a farmácia!

Segundo a farmacêutica Marina Binner Braga, existem alguns fatores que devem ser levados em consideração na hora de escolher a farmácia de manipulação para produzir o seu medicamento:

Licenças e autorização para funcionar

O mais importante é verificar se a farmácia de manipulação tem autorização para funcionar.

Para isso, ela deve atender uma série de exigências conforme apresentadas pela ANVISA, saiba quais são essas exigências clicando aqui.

 

Padronização

Toda farmácia de manipulação deve padronizar sua maneira de trabalhar, seja no atendimento ou no laboratório.

Esses procedimentos devem ser escritos e estar disponíveis aos funcionários e autoridades a qualquer momento.

Equipe treinada

Todos os funcionários das farmácias de manipulação devem ser treinamentos, a fim de garantir o atendimento correto para os consumidores.

Presença de um farmacêutico

Os estabelecimentos devem ter, obrigatoriamente, um farmacêutico responsável em tempo integral.

Ele é o profissional habilitado a dar orientação correta sobre o medicamento de cada paciente.

Limpeza e organização

É obrigação em estabelecimentos desse segmento, seguir algumas exigências de limpeza e organização do local.

Os funcionários devem estar com touca, máscara e luvas;

É importante observar a limpeza do local e o estado de conservação da farmácia, ela deve seguir de acordo com a exigências da Vigilância Sanitária.

 

Para te ajudar ainda mais a encontrar uma farmácia de manipulação confiável, o blog 99fórmulas realizou diversas pesquisas para verificar a qualidade e credibilidade desses locais.

Quer saber como? Confira clicando aqui.

E se você mora em São Paulo e ainda não conhece um local para manipular seus medicamentos, nós também te ajudamos com isso! Saiba mais aqui.

Nós, do blog 99fórmulaste, estamos sempre atentos para te manter atualizado com as melhores dicas e novidades para a sua saúde e qualidade de vida; Continue ligado!

99fórmulas

Author 99fórmulas

Mais posts por 99fórmulas

Deixe um Comentário